Para tentar frear o consumo excessivo e cada vez mais precoce de álcool em Itajaí, o vereador Thiago Morastoni (PMDB) protocolou um Projeto de Lei que inibe o consumo de bebidas alcoólicas em parques, praças e áreas de lazer do município. O documento segue para análise das comissões da casa e posterior votação em plenário.

O parlamentar entende que privar esse consumo em locais públicos destinados ao lazer contribuirá para desestimular o alcoolismo e ainda reduzirá outros problemas sociais, como a violência. "Sabemos que além de trazer vários problemas à saúde, o álcool pode ser o estopim para brigas e agressões e quem frequenta esses locais está sujeito a isso".

No ano passado 150 pessoas foram acolhidas para iniciar tratamento no Centro de Assistência Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD) de Itajaí por uso prejudicial de álcool. Somente nos primeiros sete meses deste ano, conforme dados do próprio Caps AD, já ocorreram 131 acolhimentos, o que corresponde a mais de 87% do total registrado em 2016.

"A vocação natural de parques e praças públicas é incentivar a prática de esportes, convívio com a natureza e atividades de lazer e cultura. Com esse projeto queremos resgatar esses aspectos", explica o vereador.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o consumo de álcool por pessoa no Brasil aumentou 43,5% entre 2006 e 2016. No ano passado, cada brasileiro a partir de 15 anos passou a beber 8,9 litros de álcool por ano. O país agora supera a média internacional que é de 6,4 litros por ano. Caso o projeto em questão seja aprovado, serão fixados avisos sobre a proibição em locais visíveis ao público. 

O que você achou desta notícia? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Quer receber as notícias em primeira mão?

Participe do nosso canal no Telegram:

https://t.me/manchetedovale (@manchetedovale)

Entre em contato também pelo WhatsApp: (47) 9 9969-1277


COMENTE ESSA HISTÓRIA

Exibir mais