Rejeitado projeto que pedia sabatina do diretor-presidente do IPI antes de nomeação

Com 13 votos favoráveis e 7contrários, foi rejeitado, em segunda discussão, o Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal (LOM) nº 9/2017, de autoria dos vereadores Murilo Pereira (PP) e Paulinho Amândio (PDT). O projeto pretendia incluir nas competências exclusivas da Câmara Municipal aprovar previamente, após arguição pública pelos vereadores, a nomeação do diretor-presidente do Instituto de Previdência de Itajaí (IPI).

 

Atualmente, a Lei Orgânica Municipal prevê a arguição pública apenas do superintendente do Porto de Itajaí e do diretor-geral do Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa).

COMENTE ESSA HISTÓRIA